Diante do fato de não haver acordo bilateral no que tange a vistos de investidor entre Brasil e Estados Unidos, o visto EB5 se tornou um opção bem atrativa para os que pretendem residir permanentemente ou por um longo prazo nos Estados Unidos, pois qualquer cidadão é apto para requerê-lo. Trata-se de um visto complexo, mas muito vantajoso, pois possibilita a obtenção direta do tão sonhado green card. Este visto, como todos os outros, tem certos requisitos que devem ser rigorosamente seguidos.

  • O investimento tem que ser em um negócio, não em investimentos como a bolsa de valores;
  • O investimento têm que advir do próprio requerente e de fontes licitas que comprovem a origem do dinheiro. Pode ser um presente de um parente ou de outra pessoa, sendo que devem ser comprovados o pagamento dos impostos devidos, se for requerido;
  • O investimento é de 1 milhão em seu próprio negócio, mas se for em um Centro Regional cai para 500 mil dólares;
  • Gerar 10 empregos – criação direita de emprego é requerida se o investimento for de 1 milhão ou criação direta e indireta se for em um “Centro Regional.”

O investimento pode advir de uma contribuição de várias formas de capital, inclusive dinheiro, equipamento, inventário, propriedade, e outros tangíveis. O investimento de $1 milhão deve ser aplicado em um negócio próprio (como um restaurante por exemplo) e gerar 10 novos empregos diretos. Porém, $500,000 é aceitável se o negócio for situado em uma área de emprego “direcionada”, visando a geração de novos empregos. Estes deverão ser localizados em uma área rural ou que tenha taxa de desemprego de no mínimo 150 por cento da média nacional, segundo a designação do Escritório de Gestão e Orçamento dos Estados Unidos. O Visto EB5 é atualmente uma escolha muito popular para muitos dos investidores de negócios estrangeiros devido a segurança apresentada pelos Estados Unidos em comparação com a insegurança dos seus países de origem, bem como a incerteza política de vários países da América do Sul. Entre em Contato para Maiores Esclarecimentos.